À semelhança da estratégia que tem vindo a adotar nos últimos anos e que se encontra definida no Plano Municipal de Combate à Vespa Velutina/Asiática, o Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Penacova, iniciou hoje o reforço da prevenção e combate da expansão da vespa velutina, também designada, vespa asiática, instalando e fazendo a manutenção de 400 armadilhas localizadas na área geográfica do concelho.

A definição dos locais para a colocação de armadilhas é feita com base nos dados recolhidos nos anos anteriores, cuja análise estatística permite aos serviços identificar os locais onde se verificaram maior ocorrência de ninhos. O objetivo é capturar as vespas fundadoras, por consequência, evitar ou reduzir o surgimento de novos ninhos ao longo do ano, minimizando, assim, os impactos negativos que esta espécie invasora tem em todo o ecossistema.

Sempre que aviste ou localize um ninho de Vespa Velutina deve comunicar essa informação através do website http://stopvespa.icnf.pt/, em alternativa pode fazê-lo junto do Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Penacova.

Apesar do sucesso da estratégia que tem vindo a ser implementada, o Serviço Municipal de Proteção Civil tem vindo a reforçar a sua capacidade de resposta e a testar metodologias que possam oferecer maior eficácia. Em 2021, serão testados dois tipos de isco açucarado e também dois novos modelos de armadilha. O teste será feito de uma forma simples: em alguns locais, serão colocadas simultaneamente duas armadilhas com o mesmo modelo, mas com iscos diferentes, noutros locais, duas armadilhas diferentes, com o mesmo isco. Desta forma far-se-á uma comparação fiável e serão retiradas conclusões que permitirão aferir a eficácia desta nova metodologia.

Publicidade

O Serviço Municipal de Proteção Civil e, nomeadamente a Equipa que mais de perto acompanha a estratégia de Combate à Vespa Velutina/Asiática é também, neste âmbito, responsável pela manutenção periódica das armadilhas, limpeza, substituição do atrativo (isco açucarado) e contagem e registo das capturas por espécie (velutina, crabro, germânica, etc.). Posteriormente será feita a recolha das mesmas para prevenir a proliferação de plásticos indesejados no território.

O Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Penacova informa que para sua proteção e segurança não deve aproximar-se, tocar ou vandalizar as armadilhas.

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui