“Como foi ter a escola em casa?”, segundo os irmãos Afonso e Bernardo Ferreira [de S. Paio de Mondego]

Na continuidade do tema da semana – televiver -, o Penacova Actual dá hoje voz aos mais novos, que viram transitar o espaço escolar, algo mais amplo e distinto da sala de aula, para dentro de portas.

O Afonso e o Bernardo, dois irmãos de S. Paio de Mondego, que frequentam dois estabelecimentos de ensino distintos do nosso Agrupamentos de Escolas, acederam a partilhar o seu testemunho com os nossos leitores.

A partir da simples pergunta ‘Como foi ter a Escola em casa’, o que aí fica é o conteúdo da sua reflexão, tão espontânea quanto verdadeira, com uma palavra de gratidão aos seus pais pelo estímulo e pela permissão.

 “Como foi ter a escola em casa?”

Não gostei!

Em casa é mais difícil aprender, porque mais facilmente me distraio, e na escola isto não acontece com tanta frequência.

A aprendizagem das matérias e a comunicação com os professores são, para mim, mais complexas online.

A convivência com os meus colegas é o que mais sinto falta.

Afonso Ferreira -10.ª Escola Secundária de Penacova

Eu adaptei-me bem e gosto deste método de ensino. Consegui acompanhar as aulas online com compreensibilidade.

Mesmo com os meus colegas, conseguimos conversar e partilhar jogos online, no entanto, estar com eles, mesmo com máscara, é muito melhor.

Bernardo Ferreira– 8.º ano EBI São Pedro d´Alva

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

NOTÍCIAS MAIS RECENTES

Penacovenses pelo país e pelo mundo: Teresa Martins | Guida –...

1
O meu nome é Teresa Martins ou, para a maioria dos meus conterrâneos, simplesmente Guida. Natural da Sé Nova, Coimbra, porém, foi por terras de...