Publicidade

Os trabalhos de requalificação do troço do IP3, entre o Nó de Penacova e a Ponte sobre o Rio Dão, já estão concluídos

A conclusão da obra de reabilitação do troço entre o Nó de Penacova e a Ponte sobre o Rio Dão, constitui a primeira fase do projeto geral de requalificação e duplicação do IP3, numa intervenção a executar ao longo de 75 quilómetros na mais importante via de ligação entre Coimbra e Viseu.

Para a Infratestruturas de Portugal “a concretização desta obra assegura uma importante melhoria ao nível da qualidade das condições de circulação e segurança para os automobilistas que diariamente utilizam este Itinerário nas suas deslocações”.

Na segunda fase deste empreendimento irá ser duplicado e requalificado o troço entre o Nó de Souselas e o Nó de Viseu, um projeto que se encontra em fase de Avaliação de Impacte Ambiental, estimando-se que a emissão da Declaração de Impacte Ambiental (DIA) venha a ocorrer no terceiro trimestre deste ano.

Após a incorporação das medidas determinadas na DIA e a consequente conclusão do Projeto de Execução, o lançamento da primeira empreitada da segunda fase deverá ocorrer até ao final deste ano ou no início de 2022.

A infraestruturas de Portugal considera que “a requalificação e duplicação do IP3 irá promover uma forte melhoria ao nível da segurança e mobilidade para os milhares de utilizadores que diariamente circulam nesta via, constituindo-se também como um elemento potenciador de um maior desenvolvimento económico e social para as empresas e as populações da região, em particular as localizadas nos distritos de Coimbra e Viseu”.

Apesar da conclusão da primeira fase da obras no IP3, a Associação de Utentes e Sobreviventes do IP3, em entrevista à TSF, mostra-se satisfeita pelo que já foi feito na via, mas lembra que há obras ainda por executar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

NOTÍCIAS MAIS RECENTES