Publicidade

CIM de Coimbra cria grupo de trabalho para cooperar com candidatura a capital da cultura

A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra criou um grupo de trabalho para acompanhar e cooperar com o processo de candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027, foi hoje anunciado.

O grupo de trabalho é composto por representantes de cada um dos 19 municípios que integram a CIM da Região de Coimbra e por técnicos desta entidade.

A equipa, além de apoiar na definição de uma estratégia cultural da candidatura, vai trabalhar na criação de um programa cultural, através da “facilitação do envolvimento dos municípios, artistas e organizações culturais locais na conceção e na implementação do programa cultural”, refere uma nota de impressa da CIM, hoje divulgada.

A iniciativa destina-se a apoiar na execução da estratégia de marketing e comunicação, pronunciar-se relativamente às propostas de programação cultural nacional e internacional na Região de Coimbra e ainda “consultar ou solicitar a participação de outras entidades, públicas e privadas, bem como de personalidades de reconhecido mérito, cujo contributo seja considerado relevante para o trabalho de acompanhamento e cooperação”.

O objetivo passa por “articular os trabalhos entre os municípios e os representantes das mais variadas áreas do saber”, para elevar a cidade de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027, sublinha a Comunidade Intermunicipal.

A CIM da Região de Coimbra é constituída pelos 17 municípios que integram o distrito de Coimbra – Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares – e pelos municípios da Mealhada e de Mortágua, nos distritos de Aveiro e de Viseu, respetivamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

NOTÍCIAS MAIS RECENTES