Publicidade

O dia das nossas Mães (poesia)

Já vão longos os dias sem elas
Aquelas que se foram sem aviso
Que partiram sem deixar o seu sorriso

Na marca da nossa memória

Passámos tempos sem mantê-las
Junto das nossas vidas perturbadas
Distantes, por vezes, até sacrificadas

Ao longo da nossa história

Amámo-las fora dos tempos certos
Abraçámo-las com intervalos incertos
Fizemos quase tudo ao contrário

Do que sempre seria o necessário

Mãe só há uma, diz o ditado
Carinho igual ao seu não está achado
Beleza, cheiro bom, vida no estádio primário

O que tudo fica no sonho calvário

Toque profundo como o do campanário
Saudades muitas bem guardadas no relicário
Beijos no ar, palavras soltas e vozes distantes

E desilusão
(Por não podermos emendar mais a falha)
E solidão
(Por já as não termos, ternas, dentro da nossa muralha)

!… Passado presente; amor persistente …!

Luís Pais Amante
Casa das Hortenses, Béltico
2Mai21; 7h15

Ao recordar o que podia ter sido de diferente a minha vida, com a permanência da vida da minha Mãe Zélia, cuja falta me é insuperável, tal como o será para muitas outras pessoas que correram em busca de vidas diferentes, por vezes longe demais.

Ilustração de José de Almada Negreiros (Museu Calouste Gulbenkian)

5 COMENTÁRIOS

  1. Dr LA,

    a minha lágrima escorre

    na saudade
    no arrependimento
    da ausência
    inconsequente
    intermitente

    na vida da MÃE

    que este sal
    me queime a face
    em busca da cura
    desta melancolia
    desta tristeza

    porque

    MÃE não morre nunca
    MÃE é feita de
    “estar sempre aqui”

    (Choro muito. Porque me tocou assim com a sua poesia.)

  2. Luís, ao ler este seu poema lindo e tocante
    sobre aquela nos constitue, um sentimento de perda tomou conta de mim.
    Ela partiu cedo demais antes que eu pudesse expressar minha profunda gratidão e admiração
    pelo seu exemplo de luta nos curtos anos de sua vida . Obrigado, Luís por tê-la trazido de volta com seu poema .

  3. Dr. Luis, seu poema é lindo e maravilhoso.
    Esse poema foi dedicado TODAS MÃES, a nossa mãe sempre estará nas nossas vidas Eternamente.
    Elas merecem essa honra.
    Parabéns meu amigo Dr.Luis.

  4. A nossa Mãe merece que lhe sejam dedicadas as mais doces palavras e elas espraiam-se neste maravilhoso poema! Parabéns e beijinhos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

NOTÍCIAS MAIS RECENTES