A manufatura dos palitos ligados ao Mosteiro de Lorvão tem tido especial destaque na promoção feita pelo Município de Penacova. No último fim-de-semana o público pôde assistir a oficinas de demonstração em Lorvão, efetuadas pelos “Rancho Folclórico As Paliteiras de Chelo” e “Grupo Etnográfico de Lorvão”. A iniciativa inseriu-se no âmbito da participação do Município de Penacova no programa da Programação Cultural em Rede.

O Rancho Folclórico As Paliteiras de Chelo e o Grupo Etnográfico do Lorvão juntaram-se no último fim de semana para uma demonstração ao vivo de confeção dos tradicionais palitos de flor. A iniciativa, que se insere na programação cultural em rede conjunta dos municípios de de Penacova, Mealhada e a Mortágua, teve como cenário o próprio Mosteiro do Lorvão – Foto de Vítor Carlos Silva pereira

Humberto Oliveira, presidente do Município de Penacova, considera “importante a recuperação e a perpetuação da manufatura dos palitos, cuja primeira referência histórica encontramos no séc. XVII, num livro de contas do Mosteiro de Lorvão”. O autarca sublinha “o apoio contínuo que o Município tem prestado a este produto endógeno, nomeadamente com um vasto levantamento efetuado no âmbito do projeto Memórias de Penacova e que culminou com a sua inscrição no Inventário Nacional de Património Cultural Imaterial”.

Ainda recentemente, inserido na campanha “Orgulho em Penacova”, que tem percorrido as redes sociais, dando ênfase a pessoas da terra, num dos episódios da campanha é narrada a história e a arte de uma paliteira do Concelho, a produtora Maria de Fátima Conceição Lopes.

Foi o trabalho desta mesma produtora que o Município levou ao concurso “European Food Gift”, da CIM-RC, tendo arrecadado o prémio “Melhor Interpretação Contemporânea de Artesanato Tradicional”, que irá representar a Região de Coimbra na fase europeia do concurso, nos próximos dias 22 e 23 de julho. Os produtos a concurso foram avaliados por um júri de sete elementos das áreas da gastronomia, turismo, marketing, design, cultura e artes, ambiente e economia.

Publicidade

A apresentação deste produto, passando pelo design da embalagem, bem como a sua comunicação, esteve a cargo do Município de Penacova. João Azadinho, vereador da Cultura, destaca a “boa articulação que tem existido entre os técnicos da Divisão do Turismo e Cultura, artesãos e coletividades para a promoção desta nossa arte”, destacando que a “aprovação recente da candidatura para a instalação do Centro Interpretativo do Palito, na Casa do Monte, em Lorvão, e a seleção dos Palitos de Flor no concurso “European Food Gift”, são fruto de muito trabalho que vem sido feito desde há muito tempo e que é agora distinguido”. João Azadinho lembra ainda que, por indicação do Município de Penacova, o nome da paliteira Fátima Lopes e o de sua mãe, Palmira Lopes, figuram na lista “As Mulheres na Cultura e Salvaguarda do Património Imaterial” da Direção Regional da Cultura do Centro.

O Município de Penacova tem vindo a diversificar o apoio às paliteiras do Concelho. “Não apenas nos concursos mas continuamente”, como refere Humberto Oliveira, dando como exemplo “a cedência de transporte para a participação em certames nacionais e outros eventos ligados ao artesanato, a promoção desta arte ancestral em diversos programas de televisão, a inclusão na programação cultural em rede, a realização de exposições que visam públicos como as crianças e os jovens, para que conheçam e fiquem sensibilizados para um dos saber-fazer do Concelho, bem como para que os mais velhos elucidem sobre várias vivências relativas a esta arte”.

Humberto Oliveira realça ainda que “a arte dos palitos merece um lugar importante nas ofertas do Município, pois é demonstrativa do saber preservar, criar e inovar”, garantindo que “se esta arte esteve esquecida durante muitos anos, o seu Executivo tem vindo a pô-la no mapa cultural, levando-a à final de um concurso europeu e tendo vários projetos para a sua dinamização”

Veja mais fotos do evento AQUI

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui