Autárquicas: António Magalhães Cardoso coordena programa eleitoral do PSD de Penacova

0
787

A candidatura de Álvaro Coimbra, candidato independente do PSD à câmara de Penacova, escolheu António Magalhães Cardoso, quadro superior da CCDRC – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, para coordenador do programa eleitoral.

“Se queremos mudar de rumo e traçar um caminho de modernidade para Penacova temos de ter a experiência e o saber dos melhores”, esclarece o candidato, justificando a escolha.

António Magalhães Cardoso é engenheiro civil e tem uma vasta experiência no domínio de políticas públicas. É assessor principal, na CCDRC e foi chefe de divisão, durante mais de treze anos, na ex-CCRC e na Direção Regional do Ambiente e do Ordenamento do Território do Centro.

Além disso, conhece profundamente a realidade e funcionamento das autarquias. Entre 2003 e 2010 foi diretor de departamento na Câmara Municipal de Montemor-o-Velho e entre 2010 e 2013 foi diretor municipal na Câmara Municipal de Coimbra.

Publicidade

Foi docente convidado dos cursos de Pós-Graduação em Direito do Ordenamento, do Urbanismo e do Ambiente, promovidos pelo CEDOUA, da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, e foi Assistente no ISEC – Instituto Superior de Engenharia de Coimbra.

António Magalhães Cardoso conhece bem o concelho de Penacova. A nível pessoal, a família tem uma forte ligação a São Paio de Mondego. No campo profissional, foi presidente da comissão de acompanhamento do Plano Diretor Municipal de Penacova e acompanhou a reconstrução de casas no concelho, na sequência do incêndio de 2017.

“Ao longo dos últimos doze anos, a gestão socialista falhou na ausência de uma estratégia de desenvolvimento e as más decisões têm consequências na vida das pessoas! O concelho de Penacova empobreceu! Basta consultar os estudos sobre o poder de compra, por concelho.

Estamos na cauda da região e isto é um reflexo do desempenho do poder local”, sustenta. O programa eleitoral autárquico do PSD está em curso e a receber contributos de várias personalidades, fora da esfera partidária, e de muitos cidadãos que foram convidados a participar através das plataformas digitais e de um “infomail” que foi distribuído em todos os domicílios do concelho.

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui