A Biblioteca Municipal de Penacova acolheu na passada sexta-feira, dia 10 de Setembro, a apresentação do livro Katxor de Rua, de João Fonseca.

Adoptando as recomendações de segurança da Direção-Geral da Saúde, foi possível aquele espaço receber algumas dezenas de pessoas que agendaram para o final da tarde o lançamento de mais uma obra do projecto “Estórias do Meu País Inventado”.

Depois de breves palavras de boas vindas por parte da Vereadora Sandra Ralha, Avelina Ferraz, CEO do Grupo de Comunicação Novembro, apresentou o enquadramento geral deste novo trabalho. Maria Luísa Seabra Azevedo fez a leitura expressiva da obra, cabendo a Anabela Bragança a apresentação do livro.

Publicidade

Na sua intervenção, João Fonseca defendeu que a literatura deverá ter o selo da denúncia e da memória e salientou que todo este trabalho só foi (e é) possível porque existiu uma equipa ancorada num “projecto de amizades”.

Com ilustração de Yuran Henrique, e publicado pela Editorial Novembro (edição simultânea em Portugal e Cabo Verde), o livro “Katxor de Rua” (Cachorro de Rua)  conta a história de uma cidade onde os meninos, rostos da “agonia que habita os corpos flagelados de uma humanidade fracassada”, têm medo do escuro e da solidão.

Um projecto que passa pela literatura infantil – contos infantojuvenis escritos também a pensar nos adultos – tendo como chão a realidade social cabo-verdiana, com os seus graves problemas mas também portadora de alguns sinais de esperança.

Muito mais do que um projecto de produção e comercialização literária, procura também a valorização de artistas plásticos locais e a promoção e animação da leitura nas escolas. João Fonseca foi o 1º autor, em Cabo Verde, a ir às escolas fazer animação da leitura, tendo como objectivo  principal mostrar o(s) livros às crianças e contar-lhes as histórias, mais do que daí tirar qualquer proveito financeiro.

João Fonseca e o seu projecto têm sido largamente divulgados, inclusivamente no Penacova Actual.  No sentido de conhecer melhor o autor e a sua obra, pode consultar as seguintes hiperligações: [1] , [2], [3] e [4], [5]

David Almeida

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui