A Ópera regressa ao Território. ‘Assim Somos nós’ é o título deste projeto que, sob a forma de uma ‘Ópera do Território’, apresenta um espetáculo multidisciplinar que chega agora a Miranda do Corvo (dia 9 de outubro) e a Vila Nova de Poiares (dia 17), depois de ter passado por Penela e Lousã. Trata-se de um retrato vívido destas terras e das suas gentes, tendo conceito, direção criativa e produção executiva da Associação ‘A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria’. Este projeto faz parte da operação ‘Do Xisto à Chanfana vai um Mundo’, promovida pela REDE CULTURAL TERRAS DA CHANFANA (composta pelos quatro municípios) e financiada pelo Centro 2020 | Portugal 2020 | Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Foi batizado como ‘Ópera do Território’, este espetáculo que cruza diversas áreas artísticas e que nas primeiras apresentações, em Penela e Lousã, atraiu grandes número de espetadores.

Trata-se de uma criação original, produzida no âmbito do projeto ‘Assim Somos Nós’, cujo ponto de partida foi a visita do geógrafo Álvaro Domingues às terras do xisto e da chanfana. Aí, encantou-se com as paisagens e os seus habitantes e criou um texto, em jeito de libreto, destinado a uma possível ópera audiovisual. No essencial, a narrativa capta a essência desta região: “do passado rural ao futuro incerto, revisitando palavras contentor, onde cabem muitos significados e nostalgias do passado, falando dos incêndios e das aldeias de xisto”.

Às palavras escritas juntaram-se as vozes e a melodia. Quatro artistas profissionais tocam e cantam essas palavras, convidando músicos de cada um dos quatro municípios envolvidos (Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Vila Nova de Poiares), a integrarem-se e participarem no espetáculo.

Publicidade

Esta iniciativa integra a operação ‘Do Xisto à Chanfana Vai um Mundo’, englobada na Rede Cultural Terras da Chanfana e que pretende incrementar a valorização do património dos quatro municípios. Envolvendo de forma ativa as comunidades, este espetáculo é um reflexo do território que não se esgota, afinal, no xisto e na chanfana.

As entradas são gratuitas mediante reserva antecipada.

Os espetáculos terão lugar nas seguintes datas e locais:
. 9 de outubro: Miranda do Corvo – 21:30h – Casa das Artes
. 17 de outubro: Vila Nova de Poiares – 16:00h – Centro Cultural de Poiares

Valorizar o que é nosso

A Rede Cultural Terras da Chanfana, que integra os municípios da Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Vila Nova de Poiares, valoriza os recursos patrimoniais, materiais e imateriais da região e dinamiza uma oferta cultural e artística diferenciadora que contêm um potencial elevado de transformação do território.
A Rede Cultural Terras da Chanfana é cofinanciada pelo Centro 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

*Mais informações estão disponíveis nas redes sociais da REDE CULTURAL DAS TERRAS DA CHANFANA e dos respetivos Municípios.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui