Publicidade

O evento vai ter lugar até 15 de Janeiro, em pleno coração da cidade da Mealhada, e dá a conhecer o melhor dos produtos gastronómicos dos 19 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região Centro (CIM-RC), além de celebrar “as cores e os sabores do Outono e do Inverno”.

Arrancou ontem, na Mealhada, o Winter Food Fest, que pretende mostrar, até domingo, o melhor dos produtos gastronómicos dos 19 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região Centro (CIM-RC).

Publicidade

Serão três dias, em duas tendas montadas na rua em frente à Câmara da Mealhada, em que se pretende “valorizar os sabores e os saberes” da Região Centro. Os produtores têm à sua disposição espaços de venda que serão “alimentados” através de Showcookings, provas de vinhos, animação cultural e espetáculos musicais, que decorrem no palco montado para o efeito.

A cerimónia de abertura decorreu ontem ao final do dia e contou com a presença do secretário de estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, do presidente da Câmara Municipal da Mealhada, António Franco, do presidente da CIMRC, Emílio Torrão, do secretário executivo da CIM-RC, Jorge Brito e do presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado.

António Jorge Franco, presidente do município anfitrião, deu as boas vindas e agradeceu a presença às diversas entidades públicas e privadas, dizendo que este evento “é um palco para mostrar a nossa gastronomia”. “Estamos no concelho apropriado para falar e mostrar a importância da gastronomia para o desenvolvimento de uma região”, disse.

Jorge Brito aproveitou a ocasião para fazer um balanço daquilo que foi a “Coimbra: Região Europeia da Gastronomia” e daquilo que será a aposta para o futuro do turismo e da gastronomia na Região Centro.

O presidente do Turismo Centro de Portugal, durante o discurso, apresentou os dois principais desafios para a Região Centro e, de certa forma, para o turismo em Portugal, que será a “qualificação, dos agentes económicos, dota-los de experiência e crescer em valor”.

Emílio Torrão, presidente da CIM-RC, relembrou que “pela primeira vez temos os 19 municípios à mesa e isso é um orgulho enorme”. “Este é um evento que visa preservar os produtos endógenos e mostrar que região preocupa-se com o que tem para oferecer”, acrescentou.

A encerrar a sessão de abertura, o secretário de Estado Nuno Fazenda saudou o evento relembrando que é “preciso fazer mais e melhor” em prol do turismo. Recordou as medidas de apoio às empresas do setor que foram feitas pelo Governo no últimos meses e elogiou o projeto “Coimbra Região Gastronómica” dizendo que “vai muito além do que é pedido”.

O governante terminou a intervenção dizendo que “as pessoas e a forma como somos recebidos na Mealhada, junta-se ao pão, à água, ao vinho/espumante e ao leitão como uma maravilha”.

Daniel Filipe Pereira – Diário As Beiras

Publicidade

Artigo anteriorAssociações empresariais promovem Projeto CEI – Crescer, Empreender e Inovar
Próximo artigoÀ conversa com João Amante, jovem penacovense com uma carreira promissora na área da imagem e do cinema

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui