Publicidade

O projeto de requalificação e reconversão da antiga escola de Chelo resulta de uma candidatura à “Bolsa Nacional de Alojamento Urgente e Temporário”, do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

A Câmara Municipal de Penacova vai transformar a antiga escola primária de Chelo, na freguesia de Lorvão, num espaço de “alojamento urgente e temporário”, um investimento que ultrapassa os 200 mil euros.

O projeto prevê a divisão do velho edifício escolar em dois apartamentos de transição, com capacidade para alojar oito pessoas, em quatro quartos duplos para o mesmo agregado familiar, distribuídos por dois fogos independentes, de tipologia T2.

Publicidade

O vereador da Ação Social, Carlos Sousa, justifica o investimento na necessidade de dar resposta às situações de vulnerabilidade que têm vindo a ser detetadas, com frequência, pelos serviços municipais. “Temos de relançar a política social da habitação no concelho, uma carência há muito identificada, e salvaguardar habitação para todos, acautelando possíveis catástrofes sociais e/ou ambientais, para casos de respostas públicas rápidas, claras e substantivas”, afirma o autarca.

O projeto de requalificação e reconversão da antiga escola de Chelo resulta de uma candidatura, entretanto aprovada, submetida pelo Executivo de Álvaro Coimbra, em colaboração com a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, à “Bolsa Nacional de Alojamento Urgente e Temporário”, do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

A Bolsa Nacional de Alojamento Urgente e Temporário, sublinha o presidente da Câmara de Penacova, “tem como objetivo dar resposta, de forma estruturada e transversal, a pessoas que carecem de soluções de alojamento de emergência, por força de acontecimentos excecionais ou imprevisíveis, em situações de risco iminente ou de transição”.

Publicidade

Artigo anteriorSaiba se Penacova consta da lista de municípios onde não é aplicada a tarifa social na fatura da água
Próximo artigoComissão Europeia ameaça proibir Tik Tok na Europa devido a videos “potencialmente mortais”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui