Publicidade

Luís Pais Amante

Os Poetas sabem bem
O que é ter bom coração
Umas vezes mais pro sim
Outras vezes mais pro não
E ficam sem pingo de sangue
Quando Ela -cidade- acena devagarinho
E para lhes dar a mão
Sussurra bem de mansinho
No intervalo pequeno da queda do drone
No ribombar sereno do clarão em ciclone
No anúncio da morte na cabeça do mirone
Ou pelo querer só manter a vida em ilusão
Ela -terra de Felicidade- é bela
Mãe das Cidades
Sede cultural do Leste.
Donzela entristecida
Enfeitiçada
Esperançada
Com o sonho da Liberdade
E eles (poetas) que a cantam até morrer
São tamanho XXL na resiliência
Na resistência
Na predisposição
De escrever com afeição, poesia em Amizade
E de -nos intervalos- empunhar armas de coragem
Contra a voragem imperial que a vê com apetite
Secular
!… Mas ambos sofrem
Esperemos que não em vão …!

Publicidade

Luís Pais Amante

Poema para os meus Colegas Poetas de Kiev, Ucrânia, no dia da Amizade.

 

Na foto: Uma estátua do poeta, escritor e artista ucraniano Taras Shevchenko é vista em frente ao edifício destruído do Palácio da Cultura na cidade retomada de Derhachi, na região de Kharkiv, em 20 de setembro de 2022. – O dramático avanço ucraniano deste mês a norte de Kharkiv fez recuar as forças russas para o outro lado da fronteira e revelou provas de tortura durante a sua ocupação. (Fotografia de Yasuyoshi CHIBA / AFP).

Publicidade

Artigo anteriorCIM da Região de Coimbra repudia declarações do presidente da AGIF
Próximo artigoUm olhar em redor do “nosso” Mundo: Momentos mágicos no alto da serra dos moinhos de Gavinhos

2 COMENTÁRIOS

  1. Muita total admiração por Luís Amante por seus tantos poemas sensíveis à dor da nação ucraniana que enfrenta o regime ditatorial e brutal russo. Neste poema Luís entra na pele dos poetas de Kiev e põe em palavras o quase indizível sentimento de apreensão diante de um futuro incerto.
    Parabéns poeta Luís

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui