Publicidade
InícioPoesia

Poesia

O sítio do Vimieiro (Poesia)

5
Na minha juventude Quando a vida era bela de livre E nunca lhe sobrava a boa da inquietude Vínhamos ao Vimieiro, no Verão Refrescar os corpos ardentes de...

O Melro da Casa Azul (poesia)

5
Eu sou o teu melro passarão Casa Azul Poiso-me no ramo grande da figueira Canto-te na face trigueira Repenico a salsa ao florescer E as ervas ao crescer E as...
Luís Pais Amante

Estou liberto! … sou avô (poesia, bem a propósito do dia da criança).

2
A vida tem o condão de nos prender Aos ditames da nossa arte Às regras do seu comportamento Aos amores e ao entendimento ... A quase tudo! E nós...

Éramos tão felizes … (poesia)

6
Acordar de manhã e espreguiçar Comer os flocos e poder espirrar Pegar no elevador, sem medo, e descer Carregar no botão da ignição do carro e senti-lo...

Domingo de Páscoa: o outro lado (poesia)

6
Hoje é Domingo Domingo de Páscoa Dia do Mistério Da Ressurreição do Senhor É domingo itinerante No calendário de acção litúrgica Aparece mais ou menos hesitante Passada a Quaresma A seguir à...

Poesia: A minha Rua (da Costa do Sol)

3
A minha rua é pequena De tez morena Temperada na força dos raios do dia Que nunca a deixam sombria Tem costa aberta para o bom ar Larguras no...
Publicidade
Publicidade

NOTÍCIAS MAIS RECENTES

As palavras que descem da Serra: Xeque ao Rei, de Joanne...

0
Hoje da Serra saem palavras de uma inglesa que muito me agrada. Chama-se Joanne Harris e escreve de forma arrebatadora. Nada percebo de literatura,...